[Review]London Spy, o encontro de dois mundos no drama de espionagem inglês


Sem spoilers!!!

Série da BBC com cinco episódios, London Spy combina toda a carga dramática das séries inglesas com o mistério e reviravoltas das tramas de espionagem. A narrativa gira em torno de Daniel (Danny), um jovem romântico e sonhador que encontra no misterioso Alex um amor puro e nos moldes mais clássicos. Após oito meses, sua rotina se vê completamente alterada devido a um crime, e Danny é colocado no centro de uma trama de mentiras e conspirações. 

Em uma atmosfera tensa e pautada muito mais no silêncios e expressões do que nas palavras em si, London Spy, embora vendida como uma trama de espionagem, se entrega muito mais ao drama do que a agilidade e aparatos tecnológicos dos filmes de 007, por exemplo. Seu protagonista é extremamente cativante, inocente e puro, contrastando com todo o seu entorno. E talvez tenha sido essa a intenção, deixar alguém tão vulnerável cercado por um ambiente altamente hostil e avassalador, deixando-nos complemente comovidos pela sequência desenfreada de ações que o levam a um abismo emocional. 

Embora a série seja contada praticamente em primeira em pessoa, personagens igualmente interessantes orbitam ao redor de Daniel. A começar por Alex, de quem temos poucas informações, mas cuja personalidade vai sendo construída a cada novo fato revelado. Ao conhecermos sua casa e sua família, somos apresentados a natureza crua da sua criação e levados a entender a sua necessidade de preserva-se até mesmo de seu grande amor. Gradualmente, os episódios abrem seu universo de personagens, revelando figuras insensíveis e marcadas pela frieza e distanciamento, tendo seu ápice no aparecimento dos pais de Daniel, já no episódio final. 

Agindo como um co-protagonista, Scottie é o parceiro de Daniel durante toda trama, despertando grandes suspeitas somadas a simpatia. É um personagem denso, marcado pela atividade espiã e mais ainda por ser homossexual. Seus diálogos com o amigo trazem o transbordar de emoções e enaltecem a delicadeza da série. 

Embora o seu argumento central, London Spy está longe de ser uma série ágil, e isso não a torna uma série ruim, apenas uma que não agradará os que anseiam frames inquietantes e o explodir de informações. No embate entre suas propostas, o drama é o fator dominate, o que a leva muito mais a explorar a sensibilidade e o sentimento. De uma fotografia incrível, cenografia claustrofóbica e direção pautada no olhar do protagonista, a produção ainda consegue tocar em temas como aceitação da sexualidade, HIV, drogas e as relações no universo LGBT, porém seu maior mérito é fazer isso não sendo uma série exclusiva para esse público. 

0 comentários:

Postar um comentário